logo

Most viewed

Eurodeputados e funcionários europeus que se deslocavam para uma sessão plenária do Parlamento europeu em Estrasburgo (leste da França ficaram hoje bloqueados no comboio que liga Bruxelas à capital da Alsácia devido a uma falha elétrica.Na última reunião de cúpula..
Read more
Evite ver isto como uma reflexão pessoal; é muito melhor tomar a decisão correta com base na atração real mútua do que forçar-se a um combate que não está certo para nenhum dos dois.Se você tem o hábito de dizer..
Read more

Meninas procuram caras da bolívia


Atualmente ONU Mulheres coopera com as autoridades do Estado boliviano para consolidar as estratégias nesse campo, disse Regner.
A funcionária mencionou em seguida o trabalho para aumentar a quantidade de mulheres nas listas eleitorais e que sejam vistas como parte importante da vida política do país.
Pois até o momento não existe qualquer lei que proteja as bolivianas de forma especial contra ações violentas.A representante da ONU Mulheres na nação sul-americana, Asa Regner, explicou que em matéria de gênero os avanços do país são visíveis."Eu corri, corri o mais rápido que pude conta a mulher de 31 anos, de olhos baixos e sentada numa cadeira de plástico.Só neste ano já ajudei 50 mulheres, relata Sandra Fadel, líder comunitária brasileira no Cairo.Lamentavelmente -expressou Taborga- a Bolívia ostenta a segunda taxa mais alta de violência sexual da região com 15,2 por cento; e quatro de cada 10 mulheres foram vítimas de este grave fenômeno em sua vida.Assassinos de mulheres poderão ser condenados a até 30 anos página para encontrar um casal de jovens de prisão, mesmo se o criminoso for menor de idade.Pancadas, chutes e, em casos extremos, até mesmo assassinatos.A maioria dos casos ocorre dentro do lar, praticados pelo marido ou por outros membros masculinos da família.Estado Civil -Solteiro(a)Solteiro(a) desejo conhecer -HomemMulherAmigosCasal, captcha (Escolha a imagem recuperar Password.Também insistiu em brindar um maior apoio governamental para que as mulheres tenham renda própria.
"Ele não é como o resto, ele tem se comportado muito bem comigo e cuidado de mim afirma.
Russian Federation, Volzhskij, belarus, Horki, russian Federation, italy, Avellino, ukraine, dominican Republic, Santiago.
De acordo com o diagnóstico, em 80 por cento dos casos os agressores estavam em estado de embriaguez.
Pedi socorro à embaixada quando já não tinha nada e havia uma semana que dormia num carro".
As vítimas esperam muitas vezes inutilmente pelo apoio do Estado.
"Vendi tudo o que tinha em casa a preço de banana, abri mão de muitas coisas, deixei minhas duas filhas aqui por um relacionamento pela Internet, mas a realidade não é sempre o que parece.Ao fazer referencia aos maus tratos que recebem as mulheres bolivianas, Taborga insistiu em continuar com a campanha de conscientização social denominada O Valente não é Violento e, sobretudo, envolver os homens na luta contra esse flagelo que é a violência de gênero.Após dois anos de bate-papos noturnos -"havia noites que ficávamos sem dormir conta ela- começaram a falar de planos para o futuro.A polícia oferece há 16 anos uma central permanente de atendimento para mulheres e famílias vítimas de violência.Uma junção entre organizações e instituições, entre elas o Cidem, trabalha há anos no projeto de uma "Lei Integral da Violência contra a Mulher".Parte das vítimas é executada cruelmente: não raro encontram-se mulheres mortas com os seios ou a barriga cortados "aquelas partes do corpo em que a feminilidade mais se expressa conclui Betty Pinto.Isso demonstra que as mulheres eram relegadas nos anos anteriores, pois sempre tiveram menos oportunidades e possibilidades de aceder à educação.A Bolívia é uma das nações da América Latina com maior índice de violência contra mulheres.



A maioria das histórias de amor nasce do mesmo jeito: por meio do tradutor do Google.

[L_RANDNUM-10-999]
Sitemap